17/05/2015

Intensidade de som nas igrejas e carnalidade


O volume de som nas igrejas está ficando insuportável e prejudicando a adoração a Deus. Estamos viciados em shows gospel e queremos repeti-los nas igrejas. O volume de som muito alto meche com a carnalidade, por isso, bailes funk, discotecas, e escola de samba tem tanto volume pois trabalham com a carnalidade. Na igreja não trabalhamos com a carnalidade mas com a espiritualidade. Quando Elias esteve na caverna de Adulão aparececeu a ele um terremoto, um vento impetuoso, e Deus não estava neles, mas quando aparece uma brisa calma, Deus estava lá. Com o exagero no volume, ou intensidade do som, temos incentivado um culto carnal e prejudicado o culto racional em espírito e em verdade. Durante o louvor, precisamos ouvir os irmãos da igreja cantanto e não somente a banda que está no palco. Deixo como referência para quem quiser calcular o volume adequado de som para sua igreja uma aula de fisica para que você, responsável pelo som, inicie seus estudos sobre o assunto sem prejudicar a audição dos irmãos, sem incomodar a vizinhança e sem gerar carnalidade durante o culto.
Quanto ao nível de conforto auditivo, necessário à verdadeira adoração, o ouvido humano suporta 50 decibéis sem muitas queixas. Existe também o problema da quantidade de pessoas no recinto que interfere na propagação do som que será absorvido pelos corpos, nesse caso deve-se procurar fazer os calculos de forma a adequar a intensidade de som à àrea do culto e à quantidade de pessoas presentes, por estimativa.
Segue um link para quem quiser aprender mais sobre o assunto. Por favor! Parem com a carnalidade, parem com o barulho!
Depois não venham reclamar quando os mundanos vierem nos perseguir por causa da intensidade de som novamente.

http://www.fec.unicamp.br/~luharris/galeria/ic042_05/TIDIA-ae_TopicoA_mat-apoio_S03_C-Acustico.pdf

Este Documento possui informações que ajudarão a calcular o som em ambientes fechados com otimização da utilidade e sem prejudicar a saúde e a adoração das pessoas. http://musicaeadoracao.com.br/recursos/arquivos/tecnicos/sonorizacao/som_igrejas.pdf