07/10/2014

O fim do mundo está próximo. E agora?

Ocorre uma coisa terrível com os crentes da atualidade: omissão. Já se torna nojento ouvir o discurso politicamente correto de alguns crentes que dizem “está escrito nas profecias, ora e deixa para lá”. Isso é interpretação bíblica feita pelo próprio Diabo. Jesus nunca ensinou isso.
O mestre ensinou que não somos do mundo, mas estamos nele. Estar no mundo como cristãos não implica em omissão. É necessário ser sal e luz e neste mundo. Ser sal e luz não é moleza. Ser politicamente correto é moleza.
Tem crente que apóia por omissão a destruição da família, o aborto, o tráfico de drogas, a prostituição, a corrupção e toda sorte de maldades. Simplesmente se omitem dizendo “está escrito não adianta fazer nada”. Ora, se um aviso não servisse para nada então não seria necessário avisar. As Escrituras avisam sobre o mal para que resistamos ao mal e não para que nos acomodemos a ele.
Engraçado que muitas vezes os mesmos sujeitos que “gostam de orar” também gostam de falsos profetas que atacam a igreja. Ora, esse tal de “está escrito” serve para falar mal da igreja, mas quando é com o mundo serve para ficar calado? Daí se vê o absurdo desse posicionamento retórico.
Em 2 Timóteo 3, Paulo aconselha o afastamento dos falsos crentes nos últimos tempos que seguem fábulas como o “politicamente correto”. Paulo também dá o exemplo de como agir, imitando-o sem temer proclamar a verdade. Se alguém pensa que Paulo se calou só porque está escrito, não sei que Bíblia os crentes omissos andam lendo. Talvez o mais novo lançamento de alguma editora marxista.