24/02/2013

Enganando a nós mesmos

Disse um escritor que ninguém pode ser enganado por outra pessoa(1). De fato, a Bíblia corrobora com isso. Quando Adão e Eva pecaram, não puderam se justificar dizendo que foram enganados. Quando somos enganados cedemos aos nossos próprios desejos. Somos tentados por nossas próprias concupiscencias, mesmo que pessoas malignas colaborem para isso.

Quando somos enganados cedemos ao corruptível. O evangelho da prosperidade é o evangelho do corruptível. Pensa-se em poder econômico, riquezas e nada mais. A pessoa que segue esse tipo de pregador é exatamente como os fariseus dos tempos de Jesus: querem apenas os sinais.

É possível que muitos sigam um evangelho da prosperidade com coração puro, mas provavelmente com o foco errado. Nosso foco deve estar no incorruptível, no celestial, e não no terreno e corruptível. Quando focamos apenas na prosperidade nos estimulamos psicologicamente a progredir materialmente, mas esse foco não nos leva a um progresso espiritual.

Veja o que nos diz o apóstolo Pedro:
João Calvino - sua teologia propiciou o
desenvolvimento do capitalismo
Foto: Wikimidia
Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo que, segundo a sua grande misericórdia, nos gerou de novo para uma viva esperança, pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos, Para uma herança incorruptível, incontaminável, e que não se pode murchar, guardada nos céus para vós, Que mediante a fé estais guardados na virtude de Deus para a salvação, já prestes para se revelar no último tempo, (1 Pedro 1:3-5)
Pedro deixa claro que nosso alvo é incorruptível. Um fé no imanente é materialista, uma fé em ideologias também é materialista no fim das contas. Crentes de igrejas tradicionais cada vez mais se voltam para a esquerda marxista e condenam os adeptos da teologia da prosperidade. Parece que tais "apologetas" são os donos da verdade pois dizem que todos são malignos, menos eles. Mesmo que o linguajar dos esquerdistas seja torpe é diferenciado como "mera expressão" enfática.

Devemos lembrar que os esquerdistas de hoje eram pró capitalistas ontem. Assim como os adeptos da teologia da prosperidade são pró capitalistas hoje. Isso gera uma preocupação: será que os neopentecostais um dia também se tornarão esquerdistas? É bem possível. Com a estratificação economica de certos grupos no meio da igreja, alguns ficarão para trás, e estes também apostatarão. Lembremos que o próprio Karl Marx pertencia à burguesia, mas que não sendo reconhecido por ela, formulou o comunismo como conhecemos hoje.

Como está escrito: "Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios" (1 Timóteo 4:1). Costumamos pensar que esquerdistas ou direitistas estão em caminhos opostos como grupo, isso não é verdade. As pessoas seguem seus percursos como indivíduos e, com a mandância que impera nas igrejas, cada vez mais individuos apostatarão politicamente.


Karl Marx
Principal teórico do
comunismo.
Defendia que a religião,
especialmente cristã, seria
o "ópio do povo".
É o patriarca dos
esquerdistas apóstatas.
É interessante, a apostasia é um fato político-espiritual. Nos tempos bíblicos, apostasia significava deixar o caminho de Cristo e adorar o imperador por conveniência política. Quem adorava o imperador tinha todos os lucros da politica romana. Vemos cada vez mais crentes adorando a politica como se fosse algo inofensivo. Não me refiro propriamente a politica partidária, mas à política ideológica.

Ideologia pode ser entendida como uma forma de manter um grupo no poder, ou de outro grupo tentar impor-se no poder. Vemos isso acontecer entre esquerdistas que apoiam aborto e movimento GLS, mas vemos isso acontecer também em igrejas mais sérias através da política de perpetuação no púlpito. Às vezes com nepotismo, se é que podemos usar o termo na igreja.

Ambas são politicas ideológicas que levam à apostasia. Devemos evitar a politicagem no meio evangélico. Claro que devemos lutar por causas justas, mas sem partir para extremos ideológicos, pois toda ideologia é corrupta mas nosso alvo é incorruptível. Lutemos, como crentes e igreja, por manter nosso alvo na Graça de Deus e para que não passemos para a desgraça do mundo.

por +Marco Teles



(1) Ralph Valdo Emerson