27/01/2013

Você não é qualquer um para Deus

por +Marco Teles
“Não chames tu comum ao que Deus purificou”. Atos 11:9

Nossa tendência é banalizar a realidade. Queremos tornar o maravilhoso natural, trivial, explicável. Nessa ânsia banalizamos a própria imagem de Deus. Deus criou o homem à Sua imagem e semelhança. Não somente eu e você, mas a todos os homens, mesmo que isso pareça meio inaceitável em alguns casos.

Pedro era alguém que considerava algumas pessoas inaceitáveis perante Deus. Os judeus de sua época consideravam-se especiais e totalmente separados de todos os homens. Isso não era de todo uma ilusão, pois como povo de Deus deveria ser santo. Infelizmente eles confundiam santidade com recriminação. Não podemos recriminá-los. Talvez fizéssemos o mesmo se passássemos pela sua história. Eles tinham motivo histórico para o ressentimento, foram invadidos diversas vezes, retirados de sua terra, perseguidos por sua fé, e muito mais. Pedro sabia disso, e para quebrar a pedra em seu coração judaico, Jesus usou um romano.

Os romanos eram dominadores, eram, portanto odiados. Mas até entre eles existiam homens bons. Um deles era Cornélio. Pedro e Cornélio têm uma visão de Deus que os coloca de encontro. Na visão a Pedro, o Senhor lhe mostra todos os animais impuros, proibidos como alimento pela lei mosaica. Deus manda “come”, mas Pedro se nega, eram criaturas impuras cerimonialmente. Assim como Cornélio era impuro para os judeus.

Quando Pedro entende a simbologia, percebe que Deus não discrimina pessoas. Vai até a Casa de Cornélio e o poder de Deus é derramado. Falam em línguas estranhas e glorificam a Deus. Não entraremos na discussão das línguas estranhas, pois é assunto vasto. O que nos interessa aqui é perceber que os judeus que acompanhavam Pedro estavam espantados porque o Espirito Santo fora derramado. O sinal maior do derramamento do Espírito sobre aqueles homens era o fato de glorificarem a Jesus Cristo. Ninguém glorifica a Jesus Cristo sem o Espírito Santo.

Essa foi a lição de Pedro. Qual lição cabe a nós? Temos discriminado pessoas ou levado o evangelho a elas? Pedro levou o Evangelho aos inimigos de sua pátria e também de seu Deus. Precisamos fazer o mesmo. Precisamos evangelizar para que ouçam a Palavra de Deus acima de todas as coisas, acima de qualquer palavra que possamos dizer.

Muitos que recusam e ofendem a Palavra de Deus são apenas miseráveis, cegos, coxos e nus espiritualmente falando (Apocalipse). Precisamos levar a eles a Palavra de Deus, mesmo que isso nos incomode. É até bom que nos incomode, pois nos tira da acomodação. Oremos para que a igreja de Cristo se levante de seus belos templos e pregue a Palavra de Deus na seara que está branca para a ceifa.

Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu;Apocalipse 3:15