11/11/2012

A verdade existe?

Imagem inline 1No entanto, vocês não crêem em mim, porque lhes digo a verdade! (João 8:45)

Muitos têm dúvida sobre se existe a verdade. Não estou falando dos obstinados que negam a verdade por devaneios e dureza de coração, falo daqueles que simplesmente possuem dúvidas e gostariam de descobrir a verdade.

Para pensar sobre a verdade, precisamos entender que ela é útil e necessária a nossas vidas. Tudo que fazemos, seja o troco da padaria, seja as contas que pagamos, sejam nossas ações judiciais baseia-se na verdade. Seria impossível viver em sociedade, de forma igualitária sem a verdade. É a verdade que permite os padrões de referência para nos tornar iguais. Aqueles que negam a verdade geralmente querem ser melhores do que todos, pois em seu relativismo querem que sua vontade particular prevaleça, por isso detestam tanto a verdade. Para os relativistas 2+2 será 5 mesmo que, para o bem de todos, a verdade diga que é quatro.

Mas a verdade não é realmente algo fácil de se alcançar. Se pensamos na matemática, sob um raciocínio reduzido, encontramos a verdade facilmente. Mas se pensarmos em nossa vidas com toda a sua complexidade, nem sempre a verdade será óbvia. Muitas vezes até a verdade será incompreensível. Mas isso não significa uma inexistência da verdade, significa a limitação de nossa compreensão. Nossa compreensão é tão limitada que podemos entender uma simples operação matemática, ou talvez coisas mais complexas, mas a vida é complexa e curta demais para que descubramos toda a verdade numa existência. Talvez por preguiça, os relativistas rejeitem a verdade, mas a preguiça só estagna e não faz caminhar adiante.

Se a verdade é útil e difícil de alcançar, precisamos da verdade e também da ajuda de alguém que tenha uma visão superior da verdade para conhecê-la no sentido de nossas vidas. Obviamente que conhece a verdade de forma abrangente tem que ser transcendente, tem que ser Deus. Todos os conhecimentos são úteis, sejam ciências, artes ou filosofia, mas nenhum deles pode mostrar o que somente a ação de Deus é capaz de revelar ao homem.

Jesus disse: "E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará"
(João 8:3) com isso Ele está nos dizendo que para conhecer a verdade realmente importante para nossas vidas não devemos conhecer verdades meramente demonstrativas como as da matemática e outras ciências, devemos conhecer a verdade substantiva, que se relaciona conosco, e esse relacionamento é de libertação. Jesus referia-se a Ele mesmo como verdade.

Salomão nos diz que "O temor do Senhor ensina a sabedoria, e a humildade antecede a honra" (Provérbios 15:3), ora para aprender a verdade precisamos de sabedoria, se a verdade é Cristo e se o temor do Senhor ensina a Sabedoria, somente encontraremos a verdade que liberta em Jesus Cristo através de Deus Pai. Isso não é difícil, basta saber que existe um Deus soberano acima de tudo e de todos, algo que qualquer religião ou pessoa é capaz de conceber, orar diretamente a esse Deus pedindo para que lhe conceda sabedoria para encontrar a verdade que transcende qualquer demonstração da finitude humana.

Se orarmos com sinceridade de coração, seguindo o que está escrito nas tábuas de carne da lei de Deus que está em nossos corações, encontraremos a Deus. Enfim, encontraremos a Cristo.

Vocês demonstram que são uma carta de Cristo, resultado do nosso ministério, escrita não com tinta, mas com o Espírito do Deus vivo, não em tábuas de pedra, mas em tábuas de corações humanos. (2 Coríntios 3:3)

Está em dilema da verdade? Busque a Deus, o Deus único, mesmo que você não tenha plena certeza de quem Ele é. Se você o buscar de todo coração, em espírito e em verdade, Ele te orientará para a verdade que liberta, e não se espante, quando no final de tudo, você perceber que a verdade é Jesus Cristo. Que Deus nos abençoe.