19/10/2012

Por que os cristãos não podem jurar?

Outrossim, ouvistes que foi dito aos antigos: Não perjurarás, mas cumprirás os teus juramentos ao Senhor. Eu, porém, vos digo que de maneira nenhuma jureis; nem pelo céu, porque é o trono de Deus; Nem pela terra, porque é o escabelo de seus pés; nem por Jerusalém, porque é a cidade do grande Rei; Nem jurarás pela tua cabeça, porque não podes tornar um cabelo branco ou preto. Seja, porém, o vosso falar: Sim, sim; Não, não; porque o que passa disto é de procedência maligna. Mateus 5:33-37

Estes versículos acima fazem parte do sermão do monte de nosso Senhor Jesus Cristo. O Senhor refere-se a mandamento presente nos livros do pentateuco, os cinco primeiros livros de Moisés, ressaltamos que leia o texto de Deuteronômio 19.14-21 para entender o contexto a que Jesus se referia.

Sendo o julgamento dos anciãos na cultura judaica especialmente baseado nas testemunhas, existiam também as falsas testemunhas, tais sujeitos até seriam capazes de jurar para não receber o castigo de sua mentira. Jesus aprimora o mandamento nos orientando a dizer apenas Sim, quando sim e Não, quando não.

Talvez você pense que as testemunhas fossem piores do que os criminosos, mas elas também poderiam ser fortemente coagidas e estar sujeitas às suas instabilidades de caráter. Sabendo disso, Jesus valoriza o testemunho estabelecendo o padrão de afirmação da verdade, que aliás, é bastante lógico, quase aristotélico. Porém, mais que da lógica aristotélica, a verdade é característica essencial do Ùnico e Verdadeiro Deus a quem servimos em Jesus Cristo. É fundamental que aquele transformado em nova criatura seja veraz.

Outro caso em que somos postos, geralmente por pessoas com má fé visando nos manipular, é o pedido de fazermos um juramento. Quando Jesus nos orienta a dizer somente a verdade Ele também nos livra das mãos do homem ímpio e nos coloca totalmente na mão de Deus. Pode parecer um beco sem saída para os incrédulos, acostumados a mentir com facilidade, mas para o crente, é sabido que "Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia" (Salmo 46.1).

Que Deus nos abençoe para sempre sermos verdadeiros, apesar de qualquer dificuldade, pois servimos ao único Deus fiel e verdadeiro que é capaz de nos Salvar e de lançar toda mentira no inferno.

Bibliografia
Bíblia Sagrada. Almeida Corrigida e Revisada Fiel. Disponível em http://www.bibliaonline.com.br acesso em 17/10/2012

Bíblia Sagrada.Almeida Revista e Atualizada. Barueri - SP: SBB, 1993.




Marco Teles
B.el Teologia | Pedagogo
Casado com Lucimar