28/10/2012

Mais que evangelho


Em Gálatas 1.8-9, Paulo é enfático por repetição: "se alguém vos prega evangelho que vá além daquele que recebestes, seja anátema". Isto significa dizer que qualquer prática eclesiástica, ou doutrina, que não siga a Bíblia Sagrada é maldição. Doutrinas heréticas são geralmente entendidas como maldição, mas algumas "doutrinas que vão além do evangelho" são toleradas por muitas igrejas.

Um exemplo claro de "doutrina além do evangelho" é a teologia da prosperidade. Essa doutrina consiste em sistematizar um conceito secundário das Escrituras como conceito principal e como bandeira de fé. Melhor dizendo, do conceito secundário criam aberrações "além do evangelho" como a confissão positiva emprestada do esoterismo. Chega-se ao absurdo de dizer que "se Deus não ter o que você, então Ele não é Deus", não, essa não é uma frase inventada, é uma frase amplamente repetida entre certo grupo que prega a teologia da prosperidade.

Apesar da maioria dos seguidores de tal doutrina não receber as bênçãos na medida propagada, ainda assim continuam tentando, pois seus falsos pastores dizem: "se você não recebe é por falta de fé". Ora! Fé em quê? Na Bíblia ou na pregação do cara? Na Bíblia com certeza é que não é.

Temos muitos irmãos seguindo pregações e não a sã doutrina. E não pense que quem segue é inocente, pois somos tentados conforme a nossa concupiscência. "Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência" (Tiago 1.14). Então é necessário tomar uma atitude. Ou seguimos pregações que agradam nossos ouvidos e vaidades ou seguimos o que nos diz a Bíblia Sagrada. Nada que vá "além do evangelho" está na Bíblia Sagrada, mas pode estar na boca de muitos pregadores.

Precisamos ser bereanos. Meu Deus, já ficou até com aparência piegas dizer isso, devido a quantidade de apostasias que reivindicam biblicidade, mas precisamos é disso mesmo: fazer como os bereanos e conferir tudo com as Escrituras.

Temos conferido as pregações com as Escrituras? Temos preferido aceitar qualquer profetada que motive nosso ego? Devemos tomar cuidado com isso. Assim como o espírito do anticristo atua através dos ímpios para afrontar a igreja, ele também tem atuado através de falsos profetas, alguns até com muito poder político e econômico.

Quer seguir sua denominação, fique à vontade, é seu direito, mas verifique os desvios que ocorrem em seu maio. Evitemos os triunfalismos e sejamos consciêntes de nossa firmeza e de nossas falhas para que nos corrijamos constantemente em Cristo, pois do contrário, o anticristo poderá ter o seu trono de iniquidade dentro da própria igreja seja ela tradicional ou pentecostal.

Oremos por coerência e que Deus nos abençoe a servi-lo em amor.

Bibliografia:

Bíblia Sagrada. Almeida Revista e Atualizada no Brasil. São Paulo: Sociedade Bíblica do Brasil, 1993.

Marco Teles
B.el Teologia | Pedagogo
Casado com Lucimar