21/09/2012

Testemunhas de Mamom

Portanto, não te envergonhes do testemunho de nosso Senhor, nem de mim, que sou prisioneiro seu; antes participa das aflições do evangelho segundo o poder de Deus, Que nos salvou, e chamou com uma santa vocação; não segundo as nossas obras, mas segundo o seu próprio propósito e graça que nos foi dada em Cristo Jesus antes dos tempos dos séculos; 2 Timóteo 1:8,9

O trecho bíblico citado acima pede para participarmos das aflições do Evangelho. Parece estranho, especialmente num tempo de teologia da prosperidade ou de teologia da libertação grassando nos arraiais evangélicos. Qual é o crente que deseja ser digno de sofrer aflições, ou mesmo que não deseje, que esteja disposto a sofrê-las caso venham? A julgar pelos programas evangélicos que pregam apenas aquele versículo que diz que "Deus é dono do ouro e da prata" (Ageu 2.8), parece que ninguém acredita na felicidade e bênção apesar das adversidades.

Isto não é debalde, pois tais pessoas formarão a igreja apóstata que se envergonhará do testemunho de Cristo, da Palavra e da Graça de Deus quando o império da iniquidade operar com potência. Isto está previsto.

Jesus não nos chamou para sentirmos vexame. Mesmo que o mundo nos considere ridículos somos chamados para uma santa vocação segundo o propósito da graça de Cristo. Não somos vocacionados por Deus segundo os propósitos do mundo, mas tem muita gente pensando que prosperidade é o propósito de Deus para nossas vidas. O propósito de Deus para nossas vidas é a Salvação!

Se não nos envergonhamos do fiel testemunho de Cristo Jesus, se somos suas testemunhas vivas neste mundo, seremos salvos, senão seremos apenas testemunhas de mamom. Não podemos servir a Deus e às riquezas.

Embora as riquezas possam servir a Deus, através de nossas vidas, já há algum tempo que neopentecostais tem distorcido isso para o bem de seus gazofiláceos e a ruina espiritual de seus membros. Precisamos mudar isso! A única forma eficaz é pregando um Evangelho inconveniente, Aquele Evangelho que, as vezes, nem mesmo os crentes gostam de ouvir mas que é a fiel Palavra de Deus. Deixemos o marketing oco e busquemos a essência da mensagem de Cristo.

Se estivermos em uma igreja que não prega a Palavra com integridade, devemos buscar outra, pois a verdadeira igreja não é apenas uma instituição com registro em cartório, é muito mais, é o Corpo de Cristo que vive e testemunha da Palavra de Deus, seja em alegria ou seja em sofrimento. Que Deus nos abençoe para resistir no dia mau.