02/02/2012

Algozes de Cristo

E era a preparação da páscoa, e quase à hora sexta; e disse aos judeus: Eis aqui o vosso Rei. Mas eles bradaram: Tira, tira, crucifica-o. Disse-lhes Pilatos: Hei de crucificar o vosso Rei? Responderam os principais dos sacerdotes: Não temos rei, senão César. João 19:14-15

Jesus nos perdoa definitivamente
Costumamos pensar que somos melhores do que os fariseus porque não crucificamos Jesus, mas pensando assim agimos como eles, pois nos julgamos melhores que outros e tentamos nos justificar por nossas obras.

No texto de João 19.14-15 fica clara a rejeição ao senhorio de Cristo pelos fariseus daquela época. Podemos dizer que ao rejeitar a Cristo e escolher ao César rejeitavam o reino de Deus para ficar com o mundanismo. Quantas pessoas hoje vivem rejeitando a Jesus por causa das coisas mundanas? Muitas. Provavelmente essas mesmas pessoas crucificariam a Jesus. Eu e você, se não fossemos convertidos, faríamos a mesma escolha pois rejeitar a Jesus é natural para um coração que não aceita a ação do Espírito Santo.

Na sua crucificação Jesus clama para que sejam perdoados seus algozes, pois não guardou rancor mas sempre foi e será perdoador. Se alguém, em qualquer momento da vida foi meio fariseu, não duvide da capacidade infinita de perdoar do Senhor. Jesus perdoa qualquer pecado desde que haja realmente uma transformação e mudança de mente e coração que siga a Palavra de Deus.

Oremos pelos que precisam de perdão e façamos ações de graças pelos que se arrependem agora, pois o perdão de Jesus é infinito e vai além do que podemos entender.