27/12/2011

Planos do Coração

Muitos propósitos há no coração do homem, porém o conselho do SENHOR permanecerá. Provérbios 19:21

Arca de Noé: Exemplo de Planejamento de Deus.
Hoje, lendo as notícias em um site secular, vi a informação de algum ocultista de que o inicio do ano será bom para fazer planejamentos. Ora, isso é obvio! Todo inicio de ano se fazem planejamentos, é prática saudável que deve ser repetida para boa administração da vida, não tem nada de místico nisso. Ainda mais se pensarmos na crise econômica mundial divulgada pela mídia, devemos planejar melhor ainda.

Incentivo você a planejar o próximo ano, vou buscar fazer o mesmo, mas não porque um bidu disse uma coisa óbvia, mas porque é bom planejar. Entretanto, chamo sua atenção para o fato de que não há plano que se firme sem o conselho do SENHOR.

Após as festas, empresários se dedicarão ao planejamento de vendas, professores a preparar um esboço dos planos de aula, igrejas aprovarão seus calendários ou os discutirão com a nova diretoria, e os bons professores de EBD e pastores se prepararão para ensinar de forma mais eficaz. Todo mundo está planejando, o marasmo do inicio do ano é para isso e não para ficar reclamando do que não se pode fazer ou vender. Se planejamos, nossos objetivos serão mais bem sucedidos. Mas, lembre-se, não existe sucesso sem Deus.

O Conselho do Senhor é a Palavra de Deus, a Bíblia Sagrada. Jesus nos disse que Sua Palavra permanece para sempre e o versículo de provérbios citado acima enfatiza isso. Se desejamos um ano com menos surpresas desagradáveis, evitando pelo menos as evitáveis, façamos planos baseados na Palavra de Deus. Mas o que é fazer planos conforme a Palavra de Deus?

Alguns pensam que fazer planos conforme a Palavra de Deus é determinar que algo vai acontecer pela fé do sujeito, mas é engano, Tiago nos diz que se desejamos fazer algo digamos "se Deus quiser farei isso ou aquilo".  Outros pensam que fazer planos conforme a vontade de Deus é fazer o que o sujeito quer e não compartilhar com os outros sua decisão. Estas não são boas visões de planejamento conforme a Bíblia.

Para planejar com respeito ao que nos ensina as Escrituras devemos ser humildes e não vangloriosos. Nossas propósitos são humildes quando seguem o conselho do Senhor e não nossa ambição pessoal ou eclesiástica. É preciso planejar pensando pelo menos no seguinte: O que posso fazer para Deus, O que Deus quer de mim, O que posso fazer para o próximo, e finalmente, onde este planejamento me inclui como ato de amor.

Não vou continuar dando aulas de planejamento pois, embora os faça em algum grau, não sou autoridade nisso, mas Deus é autoridade em planejamento percebido no design inteligente da criação e no Plano de Salvação em nosso Senhor Jesus Cristo. 

Deus sempre planejou como ato de amor. É bom para nós, e dever nosso, que planejemos com tal amor o ano que se inicia para que a glória de Deus resplandeça acima de todas as coisas.

Desejo-lhe um excelente ano novo, planejado nos conselhos do Senhor e firme na rocha firme que é nosso Senhor Jesus Cristo. Deus o abençoe!