02/12/2011

Fazer prova de Deus

Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim nisto, diz o SENHOR dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós uma bênção tal até que não haja lugar suficiente para a recolherdes. (Malaquias 3:10) 

Existe uma grande confusão neo-pentecostal quanto a fazer prova de Deus. Alguns pensam que tem que fazer um desejo, ofertar e ser atendido. Agem como quem pretende barganhar com Deus por desconhecerem o que significa fazer prova. Fazer prova não é desafiar, fazer prova é verificar algo que existe.

Se fazer prova tivesse o sentido barato daquele que deseja ver para crer, ou crer para ver que dá no mesmo, seria como dizer que Deus deve provar ao incrédulo quem Ele É. Isso é um absurdo sob o ponto de vista bíblico da Salvação pela fé. Pessoas assim buscam fundamentar sua fé nas riquezas e não em Deus. Isto, como dissemos, não é fazer prova, é desafiar.

O verdadeiro crente faz prova de Deus sendo fiel a Ele em qualquer circunstância. Ser fiel a Deus é cumprir sua vontade sem esperar nada em troca, entretanto, quando menos esperamos, vemos a ação de Deus em nosso socorro provando Sua fidelidade. Deus prova sua fidelidade em tudo que Ele nos dá e não somente no que pedimos, se baseamos nossa fé apenas em petições somos meros pidões interesseiros, mas se louvamos ao Pai pelo que Ele nos dá vemos diariamente a prova de seu amor em nossa vida.

A expressão "derramar sobre vós uma bênção tal até que" não implica num derramamento único e imediato, mas que Ele sempre irá derramar, durante todo nosso tempo de vida, até pudermos entender que Suas bênçãos são tantas que não podemos recolher. Se você consegue entender isso, glorifique a Deus, você tem fé no genuíno Evangelho.

Como exercitamos nossa fé em Deus? Somos pidões desafiadores ou servos que vêem as provas da providência de Deus nas mínimas coisas? Não faça desafios a Deus e fuja dos que pregam isso, pois são falsos profetas. Olhe agora a situação em que você está, por pior que seja, e veja quantas provas do amor de Deus são derramadas em sua vida.