13/10/2011

Quais são nossos planos?





“Pois eu bem sei os planos que estou projetando para vós, diz o Senhor; planos de paz, e não de mal, para vos dar um futuro e uma esperança.” -Jeremiah 29:11 listen to chapter Public Domain

Geralmente planejamos muito ou pouco. Alguns valorizam o planejamento outros são adeptos do improviso. Penso que o planejamento é necessário mas o improviso também tem seu lugar. Muitos improvisos são insight de coisas que planejamos inconscientemente durante muito tempo, por isso não devem ser ignorados na ação prática embora não devam ser priorizados. Há aqueles que valorizam tanto o planejamento que se julgam infalíveis e que todos o compreendem devido ao seu planejamento infalível. Muitas vezes já tive que corrigir pessoal e particularmente interpretações erradas que algum irmão fez de ensinos infalíveis. Se queremos corrigir sejamos discretos para buscar a concórdia e não mera autoafirmação.

Nenhum planejamento humano pode ser infalível, pois os planejamentos se baseiam em previsões e nenhum ser humano, especialmente crentes, podem prever todas as variáveis do futuro de forma a se tornarem infalíveis nos argumentos ou ensinos. É claro que devemos buscar ser irrepreensíveis, mas esta busca não significa um alcance pleno mas gradativo, aliás, o próprio apóstolo Paulo mostrava-se irrepreensível como fariseu que perseguia a Cristo (Filipenses 3.6). Portanto, não adianta basear-nos em regras ou planos para sermos infalíveis pois somos capazes de prever sequer nossas próprias ações e até mesmo, alguém pode ser irrepreensível em determinado aspecto da vida, mesmo perseguindo a Cristo como Saulo, entretanto ser repreensível em outros.

É impossível confiar totalmente nos planos humanos pois muitas coisas são imprevisíveis para nós, mas nada é imprevisível para Deus. O próprio Deus fez Seu plano de Salvação para nós,e podemos confiar na infalibilidade desse plano pois Ele prevê tudo. Mesmo aqueles que rejeitam o Plano de Deus não fazem com que exista contradição, ao contrário, enfatizam com seus atos pecaminosos que Deus os ama mas que não desejam se submeter ao amor.

Jeremias 29.11 nos ensina coisas importantes sobre o Plano de Deus para nós. A primeira delas é que O Senhor projeta planos para nós e O Senhor conhece bem esses planos. Veja o que Deus diz "Pois eu bem sei os planos que estou projetando para vós, diz o Senhor", ele afirma que Seus planos estão firmados no seu próprio saber infinito e não de outros. Podemos confiar no Plano de Deus para a Salvação pois este não se firma em sabedoria humana.

No mesmo texto de Jeremias vemos que a natureza dos planos do Senhor são próprias de sua natureza benigna. Por melhores e mais admirados que sejamos ainda temos natureza carnal, mesmo que salvos, por isso alguns de nossos planos, em sua minoria espero, não são necessariamente bons. Lucas 12.15 mostra como somos falíveis ao enfatizar que devemos nos guardar da avareza e além disso nos acautelar dela. Guardar significa nos conservar incorruptos, acautelar significar precaver-se da corrupção. Os planos dos homens por melhor que sejam pecam por sua própria natureza, mas o Plano de Deus se justifica na própria essência de Deus que é o amor. Devemos buscar calçar nossas vidas sobre o fundamental incorruptível que é Deus através de Sua Palavra Salvadora.

Os planos do Senhor são para nos dar um futuro e uma esperança. Muitos pedem a Deus vários tipos de futuro, com riquezas e outros benefícios conforme a teologia da prosperidade, entretanto Deus oferece apenas um futuro e apenas uma esperança em Jeremias 29.11. Este futuro e esperança únicos são a Salvação em Jesus. Deus pode até nos abençoar por sua misericórdia, não porque seja obrigado. Entretanto, o próprio Deus por não negar a Si mesmo, não nega Salvação para os que se arrependem.

Em que planos temos confiado? Qual é a sabedoria por trás desses planos? Qual é a natureza de quem os planejou? Quantos futuros e esperanças nos prometem?

Confiemos e aceitemos o plano de Deus pela fé em Jesus como Senhor e Salvador, pois sua Sabedoria é eterna, Sua natureza é o amor, e o futuro que nos oferece é eterno no qual podemos ter esperança.



BIBLIOGRAFIA
Biblia Sagrada. Almeida Corrigida e Fiel. Disponivel em: http://www.bibliaonline.com.br/acf acesso em 13/10/2011
Wikipedia. Insight. disponivel em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Insight acesso em 13/10/2011
Wikicionário. Guardar. Disponível em: http://pt.wiktionary.org/wiki/guardar acesso em 13/10/2011
Wikicionário. Acautelar. Disponível em: http://pt.wiktionary.org/wiki/acautelar acesso em 13/10/2011

ILUSTRAÇÃO
TELES, Marco. Na mão de Deus. São Gonçalo: A Bíblia e Você, 2011.