27/06/2011

Este é o meu primeiro desenho com tablet. Um dia eu chego lá. Após desenhar um garçom vieram a mente perguntas que as pessoas fazem sobre a abstinência de alcool entre os crentes.

Já vi dezenas de explicações, muitas delas mais ciêntíficas do que bíblicas. Alguns pregadores ainda não aprenderam que a ciência é algo extremamente volátil e portanto incapaz de ser boa fonte apologética. A melhor fonte para defesa da fé é a própria Bíblia em sua lógica espiritual.

Partindo para o lado da ciência falariamos quantos neurônios são destruidos, sobre a dependência quimica e os custos do tratamento, e por aí vai. Mas isso é inútil para quem tiver outros argumentos igualmente científicos para defender o seu pileque.

Para algumas coisas a ciência é até menos satisfatória como explicação do que a expeculação filosófica e subjetiva. Afinal, nem só a objetividade da ciência é válida, pois nós, humanos, somos extremamente subjetivos. Diriam alguns que a subjetividade nos faz mais espirituais do que mecanicos. Parece que é um fato.

Voltemos à questão do beber vinho. A Bíblia não proibe em lugar nenhum beber vinho. Ela nos aconselha a não embriagar, não ser motivo de escarnio como imagem e semelhança de Deus. Não há mandamento quanto ao beber vinho e, devo lembrar, para evitar confusões que há diferença entre mandamentos e conselhos. O mandamento é uma ordem a ser obedecida. O conselho é um apelo a viver com sabedoria. É sábio não se embriagar.

Então alguém diria: "Ah! Então pela Bíblia estou autorizado a beber desde que não me embriague". Errado. Jesus nos deixou um mandamento que resume todos os outros quando o seguimos: "Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças, e de todo o teu entendimento, e ao teu próximo como a ti mesmo" (Lucas 10:27) Ora se devemos amar a Deus e ao próximo de forma tão intensa, e se o amor não é egoísta, porque escandalizar os irmãos mais fracos que talvez lutem contra o vicio do alcolismo? Os evangélicos não bebem porque amam aqueles que Deus regenerou e não pretendem ser pedra de tropeço.

Imagine que um irmão sofreu durante anos com o alcolismo, Jesus o libertou espiritualmente de sua dependencia, mas como Paulo, este irmão carrega um espinho na carne que no caso dele é a fraqueza pelo alcool. Ver irmãos em Cristo bebendo não seria a melhor demonstração de amor que ele esperaria.

Não beber, não fumar, não fazer qualquer outra coisa que leve meu irmão a cair em pecado é um ato de amor. O mandamento que embasa essa atitude é o do amor ao próximo. Não existe justificativa ciêntífica ou filosófica maior do que esta.

Não importa quanto o vinho, o café ou o ovo possa fazer bem segundo pesquisas patrocinadas. Nos interessa é viver em amor, pois o que não ama não conhece a Deus (1João 4.8).

WEBGRAFIA

Versículos Bíblicos sobre "vinho". Disponível em: http://www.bibliaonline.com.br/acf/s/*/1/vinho acesso:27/06/2011

SCHULTZ,Mary. Quem disse que crente não pode beber? Disponível em: http://www.cpr.org.br/Quem_disse_que_um_crente_nao_pode_beber.htm acesso: 27/06/2011

PAULA,Gustavo Andrade. Artigo publicado na revista Wine Style, nº1, 2005. Disponível em: http://www.news.med.br/p/medical-journal/850/vinho+e+saude+confira+artigo+sobre.htm acesso:27/06/2011

Ovo faz bem ou mal? Veja mitos e verdades sobre comida e coração. Disponível em: http://noticias.uol.com.br/ultnot/cienciaesaude/ultnot/2009/02/05/ovo-faz-bem-ou-mal-veja-mitos-e-verdades-sobre-comida-e-coracao.jhtm acesso: 27/06/2011

Portal do Coração: Vinho ou Suco de Uva?  Disponível em: http://portaldocoracao.uol.com.br/saude-e-bem-estar/vinho-ou-suco-de-uva  acesso: 27/06/2011

BORGES, Michelson. Grandes Erros da Ciência. Disponível em: http://www.criacionismo.com.br/2008/05/grandes-erros-da-cincia.html acesso:27/06/2011

Alcoolismo. Disponível em: http://www.psicosite.com.br/tra/drg/alcoolismo.htm acesso: 27/06/2011