24/05/2011

A maior honra


“Amai-vos cordialmente uns aos outros com amor fraternal, preferindo-vos em honra uns aos outros;” Romanos 12:10

O ser humano gosta de ser honrado. Não há mal nesse gostar. É até necessário que nos sintamos importantes e aceitos. O grande problema é quando a honraria não é recíproca. Quando a honra segue mão unica ou quando desejamos chamar a honra para nós.

Outro dia um irmão competente "carregava o piano" então alguém lhe disse - você deveria estar a frente de um trabalho. O irmão simplesmente respondeu: muitos querem tocar o piano mas alguém precisa carrega-lo,senão ninguém toca. Ele está certo. É tão honrado o carregador quanto o instrumentista. A honra é recíproca, deve ser exercida de "uns aos outros".

Lembro de alguns pregadores que gostavam de honrar pessoas de renome acima das outras na igreja. Os exaltados tiveram toda condição de cerrar ministérios. Aos pobres, esquecidos, pouco importantes, não tinham honra suficiente para mudar a situação. Honrar uns aos outros é fundamental para a unidade da igreja.

Lembro de um irmão pobre, que não aparecia nas honrarias, mas que fazia tudo o que ninguém queria fazer na igreja. Se precisasse resolver um problema difícil, o irmão Geraldo resolvia com prazer. Ele dizia com sinceridade que tudo o que ele fizesse era pouco para Jesus.

Um dia ele fez aniversário e mandei-lhe uma mensagem fonada que ele considerou algo muito importante. Ele ficou feliz e realizado apenas com essa singela homenagem. Hoje o irmão Geraldo está no céu. Eu tenho este irmão como exemplo de cristão para minha vida. Não sei se sou tão humilde quanto ele, mas de uma coisa eu sei: um dia encontrarei com ele no céu perante a glória de Deus Pai. Quer honra maior do que esta?