10/01/2010

A arte é a busca da loucura

A arte é a busca da loucura do mundo. Demonstrações de desvarios são mostradas por artistas seculares com orgulho dizendo que têm o melhor da loucura. Não é raro que o “melhor” dessa loucura os levem a exageros mortais. Poderíamos citar nomes que vão de Van Gogh a vários brasileiros, que viveram conforme seu culto à loucura da arte e foram tragados por ela. Isso no mundo de pessoas que não temem a Deus é normal, curioso e até elogiado pela mídia patrocinada. Mas não deve ser assim para um cristão.

Leia neste link do site “Bíblia Online” versículos com o contraste entre a Palavra de Deus e a visão artística e mundana da loucura. A Bíblia, em Coríntios, mostra que a Palavra de Deus considerada loucura para o mundo é na verdade:

  • O Poder de Deus para os salvos 
  • Sabedoria de Deus que Salva pela pregação do Evangelho. 
  • Mais sábia e forte do que os homens sem Deus podem entender 
  • Só pode ser discernida pela ação do Espírito Santo na vida do crente.

Tem me preocupado que muitos “artistas evangélicos” seguem o mesmo caminho dos mundanos cultuando sua arte e não a Deus. Preferem a loucura egóica de se julgarem multiplos e liberados pela arte do que serem unidos em Cristo e libertos do pecado. Por isso há tantas músicas recreativas evangélicas – que se intitulam de louvor – sem nenhum compromisso com o ensino da Palavra.

Quero me dirigir a você que teme a Deus mas tem o talento artístico – Não se deixe tragar pela arte! Faça dela um instrumento de louvor a Deus. Não se torne um instrumento da arte, pois sem Deus, ela é bela, mas vazia e inútil para Salvação. Não fique entre aqueles que caminham para o inferno com belos quadros, peças teatrais maravilhosas e com um violão na mão. No inferno não há beleza, o sofrimento é real, e ninguém vai aplaudí-lo ou ouvir suas canções. Longe de Deus nada disso tem valor.

Foto: Vincent van Gogh 1866 (Wikipedia)