06/11/2009

Rio, o melhor destino turistico




Recentemente o Rio de Janeiro foi considerarado o "melhor destino turistico para gays". Me pareceu mais propaganda de pretenso movimento ideológico do que valorização da cidade, afinal, o Rio de Janeiro é o melhor destino turistico para todo tipo de pessoa no mundo. Porque segmentar a simpatia do carioca, o calor humano como se fosse para um único grupo quando é oferecido a todos de forma igual. Dizer que somos o melhor destino turistico para um grupo específico, seja ele qual for, gays ou mesmo evangélicos, insere nas entrelinhas a possibilidade de interpretação, que para outros grupos o Rio de Janeiro não é o melhor destino turistico, ou que até mesmo não atende bem a todo mundo. Mas isso não é verdade, o Rio é o melhor destino turistico para todos como pode bem perceber quem passa por aqui.

Aliás, mudando o foco mas mantendo no assunto, ser melhor destino turistico não é vantagem nenhuma para o povo, só ganham uns poucos empresários e os turistas com isso. Essa fama rende não só alguns cobres como também, de lambuja, várias ilegalidades, imoralidades e crimes como prostituição e trafico de mulheres. Nossas autoridades estão muito preocupadas com o turismo, e não digo que não deveriam estar, e esquecem do próprio povo brasileiro. E o turismo interno? Nos feriados milhares, ou milhões de brasileiros, vão para cidades que dependem do turismo interno para sobreviver, mas os graudos só pensam nos dólares extrangeiros e perseguem os feriados locais como se eles não fossem uma forma de distribuição de renda e prevenção do êxodo de cidades interionas e da escalada da violência em centros urbanos. Quem é contra feriado é contra si mesmo a favor apenas de sua própria ganância.

A Bíblia nos fala de cidades que eram grandes centros turisticos ou mercantes, e ressalta que nesses lugares prosperava o pecado: Nínive, Roma, Éfeso. Essas cidades cairam pois valorizaram mais o lucro do que a vontade de Deus. Que as cidades turisticas do Brasil não tenham o mesmo destino.