27/10/2009

O paradoxal poder de Deus


Vamos comparar mais um trecho de Salmo messiânico com o recurso da poesia, pois há várias formas de dizer, de ensinar e de exaltar o poder de Deus. Preste atenção ao conteúdo da poesia e raciocine conscientemente sobre o que Deus mostra nos Salmos Messiânicos que se confirmam em Jesus.



Tu ordenaste força da boca das crianças e dos que mamam, por causa dos teus inimigos, para fazer calar ao inimigo e ao vingador. - Salmo 8.2

E foram ter com ele no templo cegos e coxos, e curou-os. Vendo, então, os principais dos sacerdotes e os escribas as maravilhas que fazia, e os meninos clamando no templo: Hosana ao Filho de Davi, indignaram-se, E disseram-lhe: Ouves o que estes dizem? E Jesus lhes disse: Sim; nunca lestes: Pela boca dos meninos e das criancinhas de peito tiraste o perfeito louvor? - Mateus 21.14-15

O Poder de Deus é paradoxal
Não é algo que possa ser entendido
por quem julga ser “o tal”
Que paradoxo! Como o fraco pode ser forte?
Como o Cordeiro humilde de Deus
pode vencer a morte?

Por ser paradoxal pode parecer contraditório
a olhos vis de homens carnais
Mas já o salmista em seu escritório
tangia o saltério falando do poder de Deus
Poder que se mostra em louvor de Crianças
Poder que se mostra na aprovação de Jesus.

Meros fariseus de outrora ou de hoje
Não podem entender nem argumentar
Perguntam onde encontrarão forças
Maquinam estratégias inúteis contra o Senhor
Pois o poder de Deus está além de qualquer entendimento.

Por isso eu concluo o raciocínio:
O Paradoxal poder de Deus tira foças do fraco,
NÃO é o que o mundo enxerga,
E cala o maior inimigo