18/10/2009

Maquiando Desnutridos

A ditadura da beleza é imposição do mercado. Quantas mulheres sonham em ser como as artistas da TV e não podem? Agora inventaram um quebra galho para esse desapontamento de algumas mulheres que são os quadros, em programa televisivos, de transformação de aparência através de tratamentos de beleza. Todos ficam admirados com a diferença do antes e depois, mas não passa de promoção midiatica da industria de beleza, é versão atualizada e incrementada do reclame de “elixir para calvície”.

Elixir para Calvície ou tratamento de beleza, são coisas que nos oferecem para satisfazer mais nossos desejos do que necessidades, afinal, para propaganda a necessidade é secundária pois pode não dar lucro. Mas que lucro nós temos com isso? Será que podemos considerar lucro maquiar pessoas sofridas por falta de atenção social, educação, atendimento preventivo à saúde, falta de saneamento básico, etc? Creio que não há lucro nisso, apenas maquiagem.

O apóstolo Paulo não se preocupava com o que o mundo podia ver, tanto que seu lucro era viver para Cristo e morrer por ele, coisa estranha para quem valoriza sua posição social e cultua a auto imagem.

Nós somos também atraídos por coisas desnecessárias em nossa vida espiritual que geram mera aparência de comunhão, ou intimidade com Deus. Quantas vezes você já ouviu que essa ou aquela prática nos elevará ao trono de Deus, que determinado louvor ou maneira de orar é mais edificante? É forma de vender estética espiritual para os cristãos, com o que o mercado evangélico de supérfluos tem ganhado milhões. Não oferecem às pessoas estudo bíblico coerente, substâncial, voltado para a Salvação, e conhecimento da Bíblia como vontade e revelação infalível de Deus, mas apenas com fins mercadológicos.

Isso não significa que devemos abolir os produtos de conteúdo evangélico, mas devemos avaliar a qualidade desses produtos para que não nos tornemos como aqueles que desejam apenas maquiar uma aparência espiritual caquética e desnutrida biblicamente.

Tomemos cuidado para que não entremos nessa turma que falece sem alimento espiritual mas que apresenta apenas enganosa e bela aparência como defuntos embalsamados e maquiados para o velório.