02/09/2009

Cobiça e Tesouro

Não cobiçarás a mulher do teu próximo; e não desejarás a casa do teu próximo, nem o seu campo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma do teu próximo.Deuteronômio 5:21

 

Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração.Mateus 6:21

 

Estes são os versículos do dia de hoje na bibliaonline.com.br, há uma grande coerência entre os textos com as palavras cobiça e tesouro. Todos devem ter seu tesouro, mas nunca esse tesouro deve ser conseguido pela cobiça. A cobiça é bem definida em Deuteronômio 5.21: é desejar o que é do próximo ou aquilo que pertence ao grupo só para si de maneira egoísta e inconseqüente. Alguns pensam que ser egóico é uma forma de expressão, entre estes vários artistas, mas segundo a Palavra de Deus egoísmo é pecado e não produz bom tesouro. Não devemos confundir a cobiça com o desejo natural de fazer e ter coisas boas, pois foi o próprio Deus que nos deu a responsabilidade de cuidar do mundo e desfrutar do que a terra pode produzir, e tudo vem da terra, desde as hostaliças até os microchips de computador.

O tesouro que temos, aquilo que pensamos ser mais importante para nós toma conta de nosso coração. Quando falamos de coração no sentido que os hebreus entendiam não tem coerência com a visão atual, pois para nós o coração está ligado à paixão, mas os hebreus entendiam o coração como um misto de razoabilidade e emoção. Podemos dizer que a visão ocidental completa a oriental, um coração dominado pela paixão jamais será razoável e emocionalmente estável, e tesouros impróprios são tão inconstantes quanto corações iludidos pelo mundanismo.

O que temos feito? Temos responsabilidade em escolher o Bom Tesouro que é viver com Cristo em obediência a Ele, ou preferimos paixões que destroem nossa vida espiritual e que só são capazes de acumular tesouros corruptíveis. Aceite o tesouro que não perece: a Salvação em Jesus Cristo! O resto é só acessório, acessível ou não.