25/08/2009

Maus "profissionais"

Alguns se dizem profisssionais de saúde mental, mas são ativistas de um modo de vida escravo da opção sexual, que defendem para si e impedem que outros saiam. É como estar trancado no inferno, ninguém sai pelo mal que carregam em si, por isso não deixam ninguém tentar sair. Matéria publicada pelo O Verbo é bem esclarecedora, não deixe de ler.