23/07/2009

Polêmicas sobre a Bíblia

Pro 18:17 O que primeiro começa o seu pleito parece justo; até que vem o outro e o examina.
É comum fazer dinheiro com divulgação de polêmicas. A mídia patrocinada adora isso. As polêmicas são elementos de marketing para vender produtos, para aumentar a audiencia, coisa que geralmente fazem enquanto há ignorância sobre o assunto abordado. A Bíblia também é alvo dessas polêmicas, talvez o alvo preferido daqueles que se dizem especialistas nisto ou naquilo, que pretendem ser mais especilistas do que o próprio Criador.
Provérbios nos mostra como devemos agir em momentos de polêmica: não acreditar de imediato em quem começa a levantar uma polêmica, mas esperar que outros examinem e contestem aquela polemica, que logo poderemos ver seu absurdo, quando se refere a assuntos e doutrinas bíblicas. Muitos querem vender livros e revistas através de polêmicas contra a Bíblia, mas o dinheiro que ganham os levará a ruína.
Quanto ao que examina a polêmica devemos examina-lo também. Será que é idôneo e conhecedor do assunto? Será que deram tempo suficiente para que ele falasse, ou sua palavra foi cortada e entrecortada por vociferações ou edições de video e audio que só podem ir até onde a midia patrocinada permite?
O melhor lugar para encontrar um examinador de uma polemica falaciosa não é na TV ou na internet, mas numa igreja genuinamente evangélica, que estuda a Bíblia com seriedade, isto feito pessoalmente conversando e chegando-se a conclusões bíblicas.
Que Deus nos abençoe para que não nos precipitemos em aceitar qualquer palavra sem examinar, pois em Atos dos Apostolos é citado que os crentes de Beréia eram mais nobres porque examinavam a Bíblia sem precipitações (Atos 17.10-11). Que sejamos assim, prudentes e tementes a Deus no examinar das Escrituras.