10/07/2009

Percebendo o mundo através da música

O Núcleo de Computação Eletrônica da UFRJ lança software de transcrição de partituras musicais para o Braille – a técnica de escrita utilizada por cegos. É um grande avanço pois até o momento não existia recurso semelhante, o que impedia aos portadores de necessidades especiais no campo da visão o acesso a uma educação musical com recursos didáticos e de registro de obras para estudo. O Jornal Nacional mostrou em notícia ontem a noite a realidade de pessoas que agora poderão realizar seu sonho de aprender música antes barrados pelas barreiras de estrutura das instituições de ensino. É muito relevante o fato dessa iniciativa partir de uma instituição pública, pois vemos aí o quanto é investido em pesquisas por essas Universidades, este trabalho talvez não se concretiza-se em uma instituição privada.
Talvez você pergunte porque falamos desse assunto num site de orientação bíblica, mas se você perguntou assim talvez não tenha percebido a amplitude desse projeto também para a pregação do Evangelho. A música é um dos meios mais usados para o louvor nas igrejas, temos inclusive seminários que ensinam Música Sacra que procuram uma solução como esta há tempos, e o Musibraille, para quem deseja que todas as pessoas se incluam no louvor e na realização do culto a Deus de forma consciente e capaz, é uma excelente notícia.
Uma cultura de assistencialismo foi por muito tempo comum para com os deficientes, mesmo dentro da igreja, fato que alguns anticristãos alegam ser de herança bíblica, o que é um absurdo e manifestação de total ignorancia do que nos ensina a Palavra de Deus. O rei Davi nos deu um exemplo ao acolher o filho de Jonatas, neto do rei Saul: Mefibosete. Davi deu-lhe assistencia sim, pois em sua época poucas condições ele teria de trabalhar, mas acima de tudo, deu-lhe dignidade humana como portador de deficiência acima de muitos outros ditos normais, como nos mostra o texto bíblico "Quanto a Mefibosete, disse o rei, comerá à minha mesa como um dos filhos do rei." 2Sam 9.11b
Davi demonstrava com isso sua gratidão e respeito a Jônatas através de seu filho, e o fato da deficiencia não o tornava menos merecedor, ele comia à mesa com o rei isso significa proximidade e intimidade podendo Mefibosete ter até contribuido com conselhos políticos em suas mui prováveis conversas com Davi. Podemos dizer que Davi foi um dos pioneiros na integração de pessoas portadoras de necessidades especiais. Isto foi Deus que colocou no coração de Davi. Isto Deus coloca no coração de sua igreja hoje e sempre, o fato de não sermos servos segundo o coração de Deus e às vezes agirmos de forma equivocada não traz demerito, pois nenhum processo verdadeiro e piedoso de crescimento e aprendizado traz demérito. Só vê demérito quem quer glorificar a si mesmo como pioneiro, e não crê na Bíblia odiando a igreja. Pode parecer estranho o que digo mas há gente assim.
Mas voltemos ao nosso assunto:
Quantos músicos excelentes teremos em nossas igrejas se nossos cursos de música se utilizarem também desse recurso? Muitos! Já os temos, precisamos apenas facilitar o acessoa a um acervo de música Sacra relevante.
Não seria um bom momento para as juntas denominacionais esquecerem um pouco os direitos autorais e investirem nesse trabalho de transcrição de partituras para o crescimento do reino de Deus?
Que Deus nos abençoe e também a todos que participaram dessa pesquisa para que a hinologia cristã, com seu caráter educativo e de adoração, possa ganhar novas vozes, cordas, sopros, percursoes que mesmo sem ver fazem seu canto soar longe!
Para informações sobre o projeto visite:
http://www.intervox.nce.ufrj.br/musibraille/