30/04/2009

Tá Ligado

Mat 16:19 dar-te-ei as chaves do reino dos céus; o que ligares, pois, na terra será ligado nos céus, e o que desligares na terra será desligado nos céus.
Tirei a barba hoje pois estava muito grande e com aparência de desleixado. Deixei o bigode como remanescente da barba, mas após algum tempo começaram a brincar comigo dizendo que parecia o garoto propaganda de uma operadora de telefonia o "Oi Ligador". Realmente tinham razão, achei engraçado e tirei as fotos montadas acima como recordação. Como tudo na vida gira em torno das Escrituras, para um cristão, mesmo momentos descontraídos fiz uma conexão entre o ocorrido e o ensino bíblico. Todo mundo já ouviu dizer a expressão do "evangeliquês" muito repetida pelos neopentecostais especialmente: tá ligado. Tal expressão é baseada numa interpretação mistica de Mateus 16.19, vamos analisar se é coerente ou não. Dizem que quando "determinamos algo na terra Deus 'liga' nossos desejos no céu" numa espécie de doutrina derivada de ensinos esotéricos tão combatidos décadas atrás com o nome de "nova era" que ensinava que podemos trazer à realidade as coisas que desejamos. A origem dessa doutrina não é cristã, é totalmente pagã e disfarçada por interpretações distorcidas das Escrituras. Olhando o contexto desde o versículo 13 até o 19 de Mateus 16, vemos que Jesus pergunta aos discípulos quem "os homens" dizem que Ele é, depois pergunta aos discípulos o que eles pensam, Pedro responde: "Tu és o Cristo o Filho do Deus Vivo". Jesus deixa claro que não é somente a fé nele que importa, seja esta considerando-o um profeta, ou médico dos médicos ou seja lá outra função. A fé que realmente tem valor para a Salvação é crer que Jesus é o Filho do Deus vivo Salvador. Ressalta a fé de Pedro ao confessar isso e segue uma figura de linguagem que indica que aos que creem em Jesus será dado abrir, figuradamente, as portas do céu para os pecadores através da pregação dessa fé salvadora. Quanto a atar e desatar tem o mesmo significado, sendo apenas um paralelismo, isto é, repetição de idéias para fortalece-la. Temos dificuldade em entender paralelismos pois é uma figura de linguagem comum entre orientais, muito comum até nos salmos, mas que nós ocidentais temos dificuldade de processar e a ignorância dos usos e costumes bíblicos ou mesmo a maldade e dureza de coração têm gerado distorções e doutrinas absurdas. À primeira vista o paralelismo não é claro, mas note que a chave, que é a pregação para arrependimento e fé Salvadora é o simbolo do acolhimento no reino de Deus fora dos domínios do mundo, como quando uma família recolhia-se segura em sua casa. O termo desatar, também pode ser traduzido por libertar, soltar de correntes, tornar livre que é uma idéia complementar à simbologia da chave, ora, se Deus acolhe em segurança os salvos através da fé, esta mesma Palavra quando crida desata os escravos do pecado para que possam entrar no refúgio seguro de Deus. Sob tal argumento vemos que o "Tá ligado" que começou entre neopentecostais e já virou gíria popular não tem fundamento bíblico, é só mais um modismo para atrair pessoas a "correntes de cura e libertação" ao invés de libertá-las pelo conhecimento da Palavra de Deus como deveria ser. Deixemos o "Tá Ligado" para o "Oi Ligador" e preguemos a Palavra de Deus em sua essência sem distorções exteriores ao Plano de Salvação preparado por Deus para os que creem em Jesus como único e suficiente Salvador.