06/12/2008

Olhando para o topo dos montes

“ as águas se foram retirando de sobre a terra; no fim de cento e cinqüenta dias começaram a minguar. No sétimo mês, no dia dezessete do mês, repousou a arca sobre os montes de Arará. E as águas foram minguando até o décimo mês; no décimo mês, no primeiro dia do mês, apareceram os cumes dos montes. Gênesis 8.3-5 foto: Miguel Saavedra Ouça ou leia esta postagem. Quando começaram as chuvas falei sobre a beleza dela e a manifestação do poder de Deus que representava, falei também sobre Noé e o dilúvio. Infelizmente ocorreram muitos acidentes graves devido as chuvas, mas o texto bíblico acima nos mostra a perspectiva atual no Estado de Santa Catarina. Assim como Noé, após o dilúvio pode repousar sobre o topo do monte, nós, como nação brasileira, podemos ver o topo de montes surgirem em meio a tragédia. Um prenúncio de novas bênçãos de Deus. Mas que prenúncio é este? O prenúncio é a solidariedade em meio ao desastre, que é o cuidado de Deus falando a cada coração, seja de igrejas ou de iniciativas individuais. Podemos ver o topo do monte que traz bênçãos de Deus quando olhamos para o topo dos montes, de onde Deus traz sua providência, e não fixamos nossa atenção somente nas águas que destruíram tudo. A igreja de Cristo está ativa também enviando ajuda para aqueles compatriotas, muitas igrejas tornaram-se refúgio para desabrigados e não só refúgio dormitório mas refúgio espiritual. Oremos para que todas as igrejas de Santa Catarina e de todo Brasil sejam exemplo de solidariedade àqueles brasileiros, assim como provavelmente a minha e a sua igreja têm feito. Que olhemos para o topo dos montes que se levantam e invistamos em evangelização para reconstruir Santa Catarina não só com tijolos, mas também espiritualmente. Talvez você não esteja entre as vítimas, mas talvez precise olhar para o topo dos montes, sei que os montes nem sempre são tão firmes e geram avalanches ou deslizamentos mas eu os uso como figura para que possamos entender que em qualquer situação devemos olhar para o céu onde Deus está e esperar dEle o socorro. Não importa a situação que você esteja enfrentando, busque primeiro o reino de Deus, olhe para o topo dos montes sem esperar avalanches mas esperando socorro divino, confie nele e não se preocupem com o abismo de águas pois ele cessará, tanto das áreas alagadas quanto de seu coração. Se olharmos para o topo dos montes e esperarmos com confiança como fez Noé as águas baixarão e poderemos louvar a Deus fazendo uma nova aliança com Ele que é aceitar e viver com Cristo em nosso coração. Mesmo que você seja obrigado a olhar para as águas do dilúvio não se fixe na destruição, mas note que o céu está refletido nelas como um sinal de esperança. Não vou divulgar aqui locais de doação pois poderia divulgar um link errado devido a pessoas de coração perverso que se aproveitam disso, mas não deixe de contribuir informando-se perante a sua igreja (preferencialmente) ou uma instituição na qual confie. No gráfico abaixo você vê um mapa do Google Maps com informações e notícias atualizadas sobre o acontecimento no Estado de Santa Catarina. Que Deus abençoe a todos. Exibir mapa ampliado