22/11/2008

Cegueira Espiritual

Ouça ou leia esta postagem: Mat 15:14 Deixai-os; são guias cegos; ora, se um cego guiar outro cego, ambos cairão no barranco. Outro dia saí com uma familiar cega. Ela disse que conhecia um caminho melhor para chegarmos ao nosso destino. Duvidei, mas segui suas instruções e no final andamos muito mais do que deveríamos andar. Lembramos do versículo acima e vimos que há uma verdade prática nele. Essa verdade prática é acima de tudo espiritual, pois se refere a uma cegueira espiritual e não física. Há muitas pessoas conduzindo outras com idéias totalmente diferentes sobre Deus, alguns inclusive, usando a Palavra de Deus. Muitos deles não experimentaram a ação de Deus sequer em suas próprias vidas, estão apenas encantados com um suposto poder ou experiência de êxtase espiritual, e seguem pregando o que seus sentidos e conveniências dizem e não o que a Palavra de Deus quer dizer. São muito comuns, também, as discussões improdutivas que escondem grandes problemas. Por exemplo, é mais fácil discutir sobre se a mulher deve ser pastora (coisa que a Bíblia não diz que sim nem que não), do que discutir o que está por trás dessa discussão que são as relações de poder e domínio dentro da igreja onde todos devem ser iguais, sem distinção, mas há aqueles que se julgam mais dignos do que outros. Estes são guias cegos como os fariseus a quem Jesus se referia, fazem interpretações jocosas da Bíblia Sagrada para fortalecer o que pensam e não para buscar o que a Bíblia diz. Não podemos esquecer dos hereges que pregam tudo que não se deve pregar pois estão totalmente longe da Palavra de Deus, destes então, andemos longe de ouvir seus conselhos pois levarão a perdição. Resumindo, guias cegos são os que espiritualmente estão cegos, seja cegueira total que não podem ver nem um raio da luz divina, ou cegueira parcial, ou subvisão, que vêm apenas vultos sem entender a Palavra de Deus. Tomemos cuidado para que nenhum tipo de cegueira espiritual venha a ser tentadora para nós, pois como diz o adágio popular "o pior cego é aquele que não quer ver".