29/08/2008

O Sapo crucificado e a Verdade Absoluta

Todo mundo hoje em dia quer ser crucificado ou crucificar alguma coisa para ter notoriedade,com Martin Kippenberger não foi diferente. Sua obra que representa um sapo crucificado tem gerado polêmica, principalmente com a igreja católica. Talvez ignorá-lo fosse o mais apropriado pois ele apenas queria instigar e pertubar valores, moral e crenças como dizem os especialistas em arte. Que seriedade pode-se esperar de alguém que faz de uma de suas performances viajar com o traseiro nú para fora da janela do carro, ou humilhar um pobre trabalhador na presença de ricos sádicos? Esta é a arte contemporânea? Infelizmente parece que sim. Sem compromisso com a verdade pois para eles "não existe verdade absoluta, exceto uma, que não há verdades absolutas", de forma incoerente reconhecem que há uma única verdade, como o próprio Cristo disse que existia (Ele mesmo), pelo menos no número de verdades que existem estamos de acordo, mas não quanto à visão do sofrimento humano que o pós-modernismo traz. O pós-modernismo zomba, revolta-se, critica o sofrimento. Essa escultura da tal polêmica inútil é comprovação disso. A única verdade deles é a entrega aos revezes, aos prazeres do mundo, e ainda se dizem revolucionários, embora não sejam pois isto já ocorre em grande escala no mundo. Os verdadeiros revolucionários são os cristãos que não se entregam ao pecado e aos conceitos e práticas desse mundo. Vamos falar do que bons cristãos têm feito, baseados na sua verdade absoluta que é Cristo, isto é, restaurar vidas do crime, do pecado, da prostituição, e outros vícios através da fé em Cristo. Deixemos esses caras que "nunca disseram nada de interessante" como diz um articulista no Diario de Mallorca, cairem no esquecimento pois eles sobrevivem de nossa indignação. Para terminar, deixo um aviso para a igreja neopentecostal que revolta-se, zomba e critica o sofrimento: cuidado para não crucificarem a si mesmos numa corrente de acontecimentos contraditória com a vontade de Deus. Fontes: http://www.diariodemallorca.es/secciones/noticia.jsp?pRef=1452_5_244730__Opinion-rana-crucificada http://www.masdearte.com/biografias/articulo/biografia_kippenberger_martin.htm