27/08/2008

Encarando nossos pecados

Joh 3:14-15 E como Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o Filho do homem seja levantado;  para que todo aquele que nele crê tenha a vida eterna.

Jesus cita as serpentes de bronze que foram levantadas por Moisés, por ordem exclusiva e específica de Deus - portanto ato que não pode ser repetido - para curar o povo de uma praga decorrente de seus pecados e do seu pouco caso para com Deus, para mostrar como ele mesmo seria levantado na cruz pelos pecados de toda a humanidade, mesmo daqueles que fazem pouco caso de Cristo.

Ao levantarem-se as serpentes no deserto o povo era curado, não pelo fato místico de apenas olhar para as serpentes de bronze, mas principalmente porque aquela cena mostrava porque o povo sofria naquele momento, lembrava-os de seus pecados e de como abandonaram a Deus para seguir deuses falsos, isto é, ao próprio Diabo que veio em forma de serpente seduzir ao homem desde o início da criação. Ao ser levantado, aquele artefato lembrava de forma educativa ao povo que servindo ao Diabo e afastando-se de Deus, só conseguiriam aquilo que o inimigo veio fazer: matar, roubar e destruir.

Quando Jesus foi levantado alguns viram aparente vitória do mundo, outros viram a glória salvadora de Deus manifestada àqueles que cressem. Ao ressuscitar Jesus cumpriu o plano de Deus, vencendo a morte e o Diabo. Jesus foi levantado na cruz por um momento, mas hoje está no céu, exaltado acima de todas as coisas.

Precisamos levantar nossos olhos para Cristo com corações arrependidos, reconhecendo nossa situação espiritual para que sejamos curados da maior de todas as enfermidades que é o pecado, pois as doenças da carne são de efeito passageiro – mesmo que fatais para nosso corpo físico – mas a doença do espírito traz a morte eterna.

Não baixe sua cabeça perante seus pecados, encare-os de frente, olhe para Cristo, creia nele e tenha a vida eterna.