23/06/2008

Outro dia no culto doméstico, tivemos dúvida sobre o que seria remissão e redenção. Haveria diferença entre uma e outra? Fomos ao dicionário priberam.pt e descobrimos a descrição abaixo.
redenção
do Lat. redemptione s. f.,
acto ou efeito de redimir;
resgate;
salvação;
ant.,
esmola que se dava para remir os cativos.
Redenção tem um significado amplo em matéria espiritual que em nossos dias não alcançamos totalmente, é sinônimo de Salvação, mas não somente a salvação de um perigo ou dificuldade mas a Salvação que paga um preço especial para que não sejamos mais escravos de alguém. No caso de Jesus, Ele pagou o preço de nossa remissão dando seu sangue na cruz do Calvário. Na definição acima vê-se que na antiguidade isso era tido como uma esmola, talvez o que sobrasse e fosse se juntando a outras esmolas subsequentes, mas Jesus não pagou o preço de nossa remissão por esmolas, pelo contrário, pagou o maior preço que se poderia pagar em todo o universo: o derramento de sangue do Filho de Deus em sacrifício perfeito e caríssimo mesmo por aqueles que não mereciam tal ato, como nós mesmos. Devemos valorizar a redenção que Jesus nos proporcionou. Não vale a pena ignora-la e andar por caminhos estranhos. Aceite a Jesus e seja remido por ele de toda e qualquer escravidão desse mundo pois só há liberdade verdadeira servindo a Jesus, sendo verdadeiramente livre somente aquele que pode escolher a quem servir com um proveito real e eterno. Custo benefício? Talvez. Mas qual é o custo benefício de viver sem Jesus? Com certeza é um custo grande com um benefício enganoso e malévolo.