18/03/2008

A sutil diferença que faz a Sabedoria


Pro 1:7 O temor do Senhor é o princípio do conhecimento; mas os insensatos desprezam a sabedoria e a instrução.

Há quem faça distinção, preconceituosa claro, entre um homem versado em filosofia e outros conhecimentos, dizendo que este é mais inteligente do que o homem religioso que busca sabedoria. Muita vez essa distinção é decorrente de uma confusão entre filosofia e sabedoria, como se a sabedoria da Bíblia fosse um tipo de filosofia hebraica, o que não é bem verdade. O filósofo estabelece sua busca da verdade na reflexão minuciosa, teórica, e intelectual sobre o tema; o sábio busca a verdade através da melhor aplicação prática daquele conhecimento em sua vida. Provérbios ensina que o conhecimento filosófico ou científico é importante mas que também saber usá-lo em sua vida com temor a Deus e dirigindo-se pela Palavra viva que Jesus deixou para sua igreja nos levará a um conhecimento não só útil, mas também que construa laços permanentes de amor, paz e solidariedade, bem como de Salvação para nossa alma.

A verdadeira educação do homem que busca o conhecimento, não pode dissociar-se de sua educação religiosa, pois se assim o faz acaba esvaziando-se do verdadeiro sentido da educação integral, pois fragmenta o homem inibindo a satisfação de suas necessidades espirituais. Devemos ter cuidado com tendências ateístas que rondam os círculos acadêmicos, para que não sejamos tragados pela insensatez de homens pouco sábios que têm apenas respostas prontas e “marketeiramente” preparadas para agradar e engodar os incautos que não percebem seu interesse em mostrar apenas os erros da igreja de Deus e esconder os erros de sua própria ideologia, mesmo que os erros da igreja sejam em número e gravidade, historicamente menores do que dos inimigos de Deus quando fazemos um levantamento dos prejuízos, mortos e feridos.
Jesus é o Mestre dos mestres, ninguém se compara a ele. Oremos para que confiemos em sua sabedoria eterna, sem duvidar, para que não sejamos contados com os insensatos desse mundo que se julgam mais habilitados do que realmente são.