19/03/2008

Servos de Jesus e servos do próximo




1João 3:13-16 Meus irmãos, não vos admireis se o mundo vos odeia. Nós sabemos que já passamos da morte para a vida, porque amamos os irmãos. Quem não ama permanece na morte. Todo o que odeia a seu irmão é homicida; e vós sabeis que nenhum homicida tem a vida eterna permanecendo nele. Nisto conhecemos o amor: que Cristo deu a sua vida por nós; e nós devemos dar a vida pelos irmãos.

Existem coisas das quais devemos nos admirar e outras são tão óbvias que não há necessidade nem mesmo possibilidade de assombro. Também há outras que mesmo tão corriqueiras nos espantam e admiram.
O sol nascer toda manhã é algo maravilhoso apesar de previsível e natural, nos admiramos com sua imponência onde vemos o poder do Criador.
Os homens pecadores buscarem sempre agir de forma egoísta já uma coisa tão natural que não nos admiramos mais com a potencialidade para o mal em corações perversos, Jesus mesmo disse aos santos, entre eles nós, que formariam sua igreja que a iniqüidade se multiplicaria tanto que o amor de muitos esfriaria.

Agora uma coisa que não é natural e que devemos nos espantar e nos preocupar quando acontece é o fato de servos de Jesus Cristo viverem sem demonstrar amor ao próximo. Sabemos que o homem perverso faz coisas sem amor pois não tem a vida eterna dada por Cristo como ensinada na Bíblia Sagrada e pregada por vários pastores e servos de Deus dominicalmente e até diariamente pelo mundo, mas quando o cristão age dessa forma é algo contrário a sua natureza de homem transformado espiritualmente pelo sacrifício de Cristo por sua igreja.
João é conhecido como o apóstolo do amor, e apropriadamente, ele nos diz que se temos a Jesus em nosso coração amamos ao próximo e ao nosso irmão, a ponto de dar a vida por eles. Dar a vida por amor não significa necessariamente morrer para salvar uma pessoa, embora isso possa ocorrer em casos muito extremos como uma guerra por exemplo, dar a vida por amor significa viver para servir ao próximo e a Deus. Como somos tentados a viver para servir a nós mesmos! Isso é o oposto do que nos ensina a Bíblia, pois devemos ter uma vida de serviço ao próximo. Também essa vida de serviço deve ser prazerosa para nós, devemos nos sentir bem com o que fazemos para que possamos ser felizes e abençoar outras pessoas através de nossos atos, afinal, para amar ao próximo também precisamos amar a nós mesmos.
Que possamos exercitar o serviço como cristãos que servem a Jesus de forma santa e agradável, seja na igreja, seja nos momentos em que participamos da sociedade, seja em família, ou em toda diversidade de momentos vividos por nós.