13/02/2008

Filhos que vêem ao Pai

1Jn 3:1 Vede que grande amor nos tem concedido o Pai: que fôssemos chamados filhos de Deus; e nós o somos. Por isso o mundo não nos conhece; porque não conheceu a ele. 1Jn 3:2 Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifesto o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; porque assim como é, o veremos.
Considere quem nós somos e o que fazemos de nós mesmos e o quanto o pecado é forte em nós, aí você verá como é maravilhoso sermos filhos de Deus através de Jesus. Nos chamam de “filhos de Deus” quando vêem em nós um relacionamento digno com o Pai! Como carinhosamente os filhos confiam em seu Pai e quanto amor o Pai retorna a seus filhos! Tudo isso, e ainda mais do que isso, nós temos recebido de Cristo. Como um irmão mais velho, ele nos recebe e ensina compartilhando conosco a honra de ser da mesma família: Nós conhecemos a Palavra porque a Palavra nos conheceu e nos amou antes de existirmos. Se nós participamos com ele de sua humilhação, nós seremos exaltados com Ele. Ser filho de Deus é fácil de aceitar mas não é fácil de viver. Como está seu coração esta manhã? Você está deprimido? O pecado tem agido em seu espírito parecendo que a graça está abaixo de seus pés? Não tenha medo, essa provação levará ao próximo e constante passo da manifestação da graça em sua vida: viver simplesmente com fé e pela fé em Cristo. Nossas fragilidades fazem compreender a única coisa que devemos ter em mente ao passar pelo vale da sombra da morte: “Amados, agora somos filhos de Deus”. Mas você pode se considerar alguém que não manifesta a glória de Deus, embora tenha se convertido a Ele, então veja a última parte do versículo 2 “Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; porque assim como é, o veremos”. Deus através do seu Espírito Santo purificará sua mente, e com seu poder nos restaurará para sermor semelhantes a Ele se o tivermos como verdadeiro Senhor de nossa vida com toda a humildade e submissão para vê-lo como Ele é. Tradução livre do devocionário Morning, Evening de Spurgeon