28/01/2008

A anti-igreja.

Praticamente tudo tem sua contrapartida negativa: bem-mal; certo-errado; luz-trevas etc. Para a igreja de Cristo não é diferente, existe também uma anti-igreja. Certo dia visitei uma dessas, o culto (ou o oculto) durou aproximadamente três horas de "orações fortes", pedido de ofertas e distribuição de amuletos, mas o que chamou minha atenção foi o fato que, nesse período, a Bíblia não foi aberta nem por 1(um) minuto! As milhares de pessoas que assistiam pareciam não se dar conta disso e eram conduzidas habilmente pelo "pastor", termo que coloco entre aspas pois apesar de se dizer pastor seu falso ensino é oposto ao conceito pastoral. Por que digo isso? Por que rotulo tais "igrejas" como anti-igreja? Será que não seria soberba ou preconceito? Afinal, muitos dizem que "se é uma verdadeira, ela permanecerá pois ninguém pode resistir a Deus, e se tem permanecido isso é prova de que vem de Deus". Esse argumento da permanência é relativo, pois o islamismo, o budismo, o hinduísmo, a maçonaria e outras manifestações não compatíveis e até contrárias ao cristianismo têm permanecido por séculos! Por isso vamos descartar esse argumento de Gamaliel, que aliás não é uma profecia, é apenas a narração do pensamento de alguém contrário ao cristianismo e vamos nos ater ao que a Bíblia diz sobre como é a verdadeira igreja para que você possa julgar se falo bobagem ou não.
  • Leiamos o seguinte texto bíblico: Mat 16:13-18 – Tendo Jesus chegado às regiões de Cesaréia de Felipe, interrogou os seus discípulos, dizendo: Quem dizem os homens ser o Filho do homem? Responderam eles: Uns dizem que é João, o Batista; outros, Elias; outros, Jeremias, ou algum dos profetas. Mas vós, perguntou-lhes Jesus, quem dizeis que eu sou? Respondeu-lhe Simão Pedro: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo. Disse-lhe Jesus: Bem-aventurado és tu, Simão Barjonas, porque não foi carne e sangue que to revelou, mas meu Pai, que está nos céus. Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do hades não prevalecerão contra ela;

Há uma interpretação equivocada que diz que a pedra sobre quem Jesus edificaria sua igreja seria Pedro, o que é não é verdade. Jesus usava uma figura de linguagem para dizer que a "grande rocha" sobre qual edificaria sua igreja era a CONFISSÃO feita por uma "pequena pedra", que era Pedro, isto é , o grande fundamento é a união de pessoas que confessam que Jesus é o Filho de Deus. Em outros textos da Bíblia, e pelos ensinamentos do próprio Jesus, podemos ver que essa confissão só é possível através do entendimento e aceitação da Palavra de Deus. Por isso a grande comissão orienta os cristãos a ir, fazer discípulos e ensinar a guardar a Palavra (Mateus 28.20). Sem estudo e submissão à Palavra de Deus, a Bíblia Sagrada, não existe igreja.

Era também o estudo e submissão à Palavra de Deus que Jesus tinha em mente no texto que transcrevi acima. Quando Jesus diz que as portas do inferno não prevalecerão sobre a igreja, não quer enfatizar a permanencia da igreja como organização, mas sim como o grupo de servos de Deus que ensinam e guardam a verdade das Escrituras: Jesus é o Filho de Deus! Veja abaixo algumas definições do termo grego, e seus correlatos, usado nos escritos originais para definir prevalecer (Segundo o Dicionário de Strong) :

ἰσχύω (iskúo) – de Ter (ou exercer) força (lit. o fig.):-poder, prevalecer, valer, valor.

κατά (katá) – partícula prim.; (prep.) abaixo (no lugar ou tempo), em relações variadas (conforme o caso [gen. dat. o ac.] com o qual esteja unido):-acerca (de), contra, contrario, entre, como, abaixo, abaixar, debaixo, em (todo), a maneira (de), segundo, com, por (isso). Em composição retém muitas destas aplicações, e frequentemente significa oposição, distribuição ou intensidade.

κατισχύω (katiskúo) – de superar, vencer, derrotar:-prevalecer.

Podemos perceber pelas definições que para o inferno prevalecer sobre a "igreja", ele precisaria impor seus valores, esta tal "igreja" deveria existir à moda, ou da maneira, que fosse conveniente ao inferno. Para isso acontecer seria necessário que se abandonasse o estudo da Bíblia Sagrada para que muitos fossem levados por fábulas engenhosamente inventadas (II Pedro 1.16 - 2.2). Infelizmente isso está acontecendo com a anti-igreja, pois com a igreja verdadeira e fiel à Palavra isso não acontece. Vocês já repararam como a anti-igreja adota cada vez mais a maneira de ser dos cultos afro-brasileiros? Já repararam como cada vez mais se afasta do estudo bíblico?

Talvez eu esteja errado. Você vai julgar (não no sentido de condenar mas de avaliar). Mas julgue com cuidado, para que todos nós possamos vigiar para não cairmos nas ciladas da anti-igreja e que possamos ser parte da igreja que vive pela Palavra confessando que Jesus Cristo é o Filho do Deus Vivo.