11/07/2007

Amar é Servir a Deus

"E o amor é este: que andemos segundo os seus mandamentos. Este mandamento, como ouvistes desde o princípio, é que andeis nesse amor. " 2 João 1:6
É comum em nossa sociedade, defender-se as mais estranhas práticas em nome do amor. Defende-se práticas sexuais deturpadas, defende-se a destruição do padrão de família cristão, defende-se uma padrão de relações humanas egoístas e auto-destrutivas das quais, àqueles que caindo no engodo apercebem-se tarde demais, levam à destruição da vida física e espiritual. A epístola de João, não concordando com os padrões do mundo, define claramente o que é amor segundo a vontade de Deus: andar segundo os seus mandamentos. Não existe amor sem obediência a Deus, pois como algo pode surgir sem ser nutrido por aquele que lhe dá origem? Como podemos amar se nos recusamos a aceitar o senhorio daquele que é a fonte de todo o amor em nossas vidas? João nos diz que quem não ama não conhece a Deus, e podemos inferir também, que quem não conhece a Deus não pode amar de verdade. Nos momentos em que formos confrontados por alguém que defenda alguma prática anti-bíblica “em nome do amor”, observemos se tal prática pode ou não ser validada claramente pela Bíblia porque, se não for, com certeza conduz ao engano e à perdição, pois amar é servir a Deus.