18/01/2007

As duas pessoas indesculpáveis - parte 2

Na primeira parte desse texto, discorremos sobre as pessoas que tentam justificar seus atos negando a Palavra de Deus, e vimos que os frutos dessa atitude são maus, e incapazes de conduzir a justificação espiritual. Vamos falar nesta postagem sobre as pessoas que sabem que a fé em Jesus é o único meio possível de Salvação mas que estranhamente também não encontram justificação espiritual. Vejamos o porque. Leia Romanos 2.1-16 Paulo declara que Deus considera igualmente indesculpável o homem que diz servir a Cristo, mas não reconhece sua condição de pecador e procura justificar-se comparando seus erros com o do próximo para mostrar que é merecedor da Salvação devido às suas virtudes. Este é um erro muito comum, até entre cristãos. Temos uma cultura cristã que orienta nossa vida,e devido a essa cultura julgamo-nos salvos e até nos comparamos com os outros, mas não será essa cultura cristã que nos levará a Salvação. Paulo cita os judeus que viviam numa cultura que os valorizava como "o povo escolhido" e com isso desprezavam todos os outros homens como perdidos apenas por não fazerem parte de seu povo e não praticarem seus complexos rituais. Eles esqueciam que foram escolhidos para anunciar a Palavra de Deus aos pecadores e gabamdo-se de sua cultura deixavam de fazer aquilo para o que foram escolhidos. Paulo mostra que ninguém é Salvo apenas por pertencer a um povo ou grupo social, é necessário: - receber a Palavra com consciencia de sua necessidade para a Salvação pessoal. - pregar com amor o Plano de Deus para os homens, sem preconceitos baseados em orgulho que afaste as pessoas da fé em Cristo; - reconhecer que Jesus virá em breve e que nosso trabalho de pregação deve ser urgente e não pode, nem deve, ser impedido pela vaidade humana seja a nossa própria ou dos inimigos do evangelho. Isso nos faz pensar o seguinte: - Quantos cristãos que consideramos padrão vão entrar no céu? - Será que experimentamos uma conversão genuína ou estamos apenas adaptados ao padrão cultural de nosso grupo religioso? Da reflexão e resposta pessoal e sincera a essas perguntas, com submissão à vontade de Deus, dependerá nosso destino na eternidade. Enquete - A Bíblia em minha vida:
Você, como cristão, reconhece que já pode ter agido de maneira hipócrita?
Sim. "Quem está em pé cuide para que não caia".
Não. Sou nova criatura, Jesus me libertou da hipocrisia.
Talvez, mas não me lembro.
Free polls from Pollhost.com

powered by performancing firefox